Pular para conteúdo

Meio Ambiente

A PAGRISA mantém programas voltados para a preservação ambiental dentro dos limites do empreendimento. Desta forma, a empresa mantém corredores ecológicos entre as áreas plantadas de cana-de-açúcar, com o objetivo de oferecer aos animais silvestres um caminho seguro para deslocamento entre as áreas de matas ao redor da PAGRISA.

Preservação sistemática das matas ciliares e áreas de preservação permanente.

Também são feitas campanhas permanentes de preservação com a proibição da caça dentro dos limites da empresa.

Além disso, o resíduo proveniente do processo produtivo do etanol e açúcar é totalmente reaproveitado na PAGRISA. Isso porque a fibra da cana tem como destino a usina termoelétrica mantida pela empresa para a geração de energia que alimenta além da planta industrial, a vila e demais instalações da PAGRISA - mesmo por uma parte da entressafra, pois há estocagem da fibra. Além do bagaço, a torta de filtro, a cinza e a vinhaça são transformados em adubos orgânicos de alta qualidade, incrementando melhores índices de produtividade à cultura da cana-de-açúcar.

Os colaboradores da PAGRISA também são incentivados à reciclagem e reutilização, seja de materiais provenientes da área industrial, de plantação, seja da vila industrial. A empresa mantém uma campanha permanente de coleta seletiva em que resíduos líquidos e sólidos são separados para nova destinação com a venda para empresas que os reciclam. Neste sentido, há comercialização de itens, como sucata de ferro, óleo queimado, plásticos e papéis.